Estudantes são perseguidos entre Junco e Capim Grosso. “O motorista colocou 180 no carro, o que faltou pouco para sofremos um acidente”, contou estudante

Estudantes são perseguidos entre Junco e Capim Grosso. “O motorista colocou 180 no carro, o que faltou pouco para sofremos um acidente”, contou estudante

Estudantes que voltavam de Jacobina na noite dessa terça-feira, 21 de novembro, viveram momentos de muito pavor ao serem perseguidos por elementos a partir do Junco até Capim Grosso. “Vindo de Jacobina nós entramos no Junco, ao deixarmos o distrito, uma colega percebeu que um carro estava na nossa cola, com faróis altos e cantando pneus, foi quando o motorista disse que poderia ser um assalto e acelerou chegando o ponteiro marcar 180 km/por hora, passando em quebra-molas, buracos, na verdade faltou pouco para o carro bater ou capotar. Em um determinado momento o carro que nos perseguia encurralou o nosso carro, faltando pouco para uma colisão, foi quando conseguimos chegar na UPA 24h em Capim Grosso e pedir socorro, com atendimento também ao nosso motorista que estava se sentindo mal com a pressão alta. A polícia foi acionada, fizeram buscas nas proximidades, mas os caras que entraram em uma Rua próxima a UPA já não estavam mais. A polícia nos deu apoio até fora do contorno, mas o motorista depois da escolta da polícia não se sentiu seguro e voltamos para a casa de um colega em Capim Grosso onde ficamos até a chegada de pessoas amigas da nossa cidade. Quando saímos de Capim Grosso era por volta da meia noite.”Na última semana o empresário Kantinka Tur teve o seu carro roubado depois das Cabaças, entroncamento de Valente, por quatro homens em um carro não identificado, com o mesmo ficando 2h no mato na mira de uma pistola. Na mesma semana a médica Andreia Rios, de Capim Grosso, foi perseguida também entre Gavião e Itatiaia, chegando a ser levada para o acostamento, mas acelerou e conseguiu chegar ao Posto de Antônio no Distrito de Itatiaia, de lá para a UPA 24h devido ao seu estado emocional, assim como outras ocorrências que estão narradas na imprensa e redes sociais.Sobre a situação que vem sendo registrada nas Cabaças, em períodos como Carnaval, São João, Natal, Reveillon, o vice-prefeito Assis da cidade de Nova Fátima enviou mensagem para o Deputado Alex da Piatã, PSD, da cidade de Conceição do Coité, pedindo providências citando o número de pessoas que estão sendo roubadas e perseguidas no trecho.Na quinta-feira, 23 de novembro, o Inspetor Lopes Júnior da PRF, Posto Capim Grosso, concederá entrevista ao Jornal Transamérica 2ª edição para falar sobre as ocorrências.
Fonte: Reporter BahiaTexto: Arnaldo Silva, DRT – 2805/BA Leia mais

Matéria do site:: Foguinho Eventos

Fonte:: DESTAQUES – CAPIM GROSSO

Deixe uma resposta